...
NÃO IMPORTA QUEM SOMOS PEDESTRES, PASSAGEIROS, CICLISTAS, MOTOCICLISTAS OU MOTORISTAS ▬ TODOS NÓS DEVEMOS ESTAR ATENTOS E EXERCER A SEGURANÇA QUANDO ESTAMOS NO TRÂNSITO.

Seguidores

Motorista vai beber? Por favor não dirija, ou então, pelo menos tente assistir esta cena!

Motorista bêbado no volante é tragédia anunciada, depois não adianta chorar ou pedir perdão, sua vida e a dos demais estará marcada para o resto da vida.

Bebeu? Chame um táxi, de a chave para alguém sóbrio, vai a pé, mas não faça ninguém sofrer porque pela lei do retorno quem irá sofrer é você.

Esta mãe no Texas, que após 5 anos, foi ouvir o pedido de perdão do motorista bêbado que deixou seu filho inválido de por vida, ouça seus lamentos e chore com ela, é uma boa reflexão!

Abdallah Khader tinha 2 anos de idade quando Stewart Richardson bateu na traseira do carro de sua família, prendendo-o nas ferragens e destruindo 80 por cento de seu cérebro. Hoje, quase cinco anos depois da tragédia, o menino é incapaz de andar, falar ou ver. 



Richardson, que está aguardando um recurso no caso, disse que queria conhecer Loubna, a mãe do menino, para provar a ela que pensa no que fez a Abdallah todos os dias e que por isso amarga um profundo arrependimento. 



Loubna concordou em ir até a prisão onde está o homem, mas quando chegou acabou protagonizando uma cena chocante dizendo aos gritos que suas desculpas não valem nada para ela. Loubna Khader chorou e bateu na divisória de vidro na prisão de Tarrant County, em Fort Worth, Texas, ao ficar cara-a-cara com Stewart Richardson, que ainda aguarda julgamento pelo acidente de 2009. 


"Está fazendo cinco anos hoje! Cinco anos!", Khader gritou com Richardson, como relatou a TV local ,WFAA, "Meu filho está morrendo a cada dia... Eu nunca vou perdoá-lo pelo que você fez com o meu filho!", Disse a mulher desesperada. 

Preso em flagrante, Richardson, quando bateu na traseira do carro da família do garoto, na época, o nível de álcool no sangue dele era três vezes mais que o limite máximo permitido. Abdallah, que estava na cadeirinha de bebê no banco de trás foi a única vítima pois ficou esmagado pelas ferragens. Veja abaixo o vídeo que registra o dramático encontro da mãe do garoto com o atropelador.