...
NÃO IMPORTA QUEM SOMOS PEDESTRES, PASSAGEIROS, CICLISTAS, MOTOCICLISTAS OU MOTORISTAS ▬ TODOS NÓS DEVEMOS ESTAR ATENTOS E EXERCER A SEGURANÇA QUANDO ESTAMOS NO TRÂNSITO.

Seguidores

Curvas - Prevenção de capotamento com caminhões – Dicas do Carlão ao caminhoneiro

Os capotamentos são a maior causa individual na morte de condutores de caminhões e é uma das principais causas de danos a carga e dos veículos.


O capotamento de caminhões comerciais está extremamente relacionado com lesões graves e mortes em acidentes de estrada.

Dirigir certos tipos de veículos como caminhões tanque e de plataforma é provavelmente uma das tarefas mais difíceis.

Em torno de 55% de todas as mortes de caminhoneiros ocorrem em acidentes de capotamento.

Os caminhões tombam facilmente porque são altos e estreitos. Alguns caminhões podem tombar em uma curva com apenas 25 km/h, portanto a pouca velocidade.

Os capotamentos geralmente acontecem em caminhos rurais, estradas, curvas e em rampas de saída ou entradas de estradas.

Quando um caminhão entra numa curva, se inclina até a parte exterior da curva, devido a força centrífuga que atua através do centro de gravidade do caminhão. Portanto quando a força centrífuga for demasiada, o caminhão tombará devido o aumento da velocidade gerado pelo peso da carga e a força centrífuga atuando sobre o veículo.

O que se pode fazer para impedir um capotamento?

A resposta é muito simples, poderíamos encerrar o assunto e dizer, o problema está na forma do condutor em dirigir seu veículo e prever o que vem a frente, mas vamos tentar estudar melhor o problema.



O condutor deve ajustar a velocidade nas curvas da estrada. Se um veículo vai demasiado rápido, podem acontecer 2 eventos.



As rodas podem perder a tração e continuar em linha reta, fazendo com que o veículo patine e se desvie da estrada. Ou o veículo manterá a tração, mas o veículo tombará. 


Algumas provas têm mostrado que veículos com o alto centro de gravidade, podem tombar mesmo dentro do limite de velocidade marcada nas curvas.

Diminua a velocidade prudentemente, entre lentamente nas curvas, pelo menos 15 a 20 kms menos ou a metade da velocidade sinalizada nas placas, pois essa velocidade indicada é para veículos pequenos.

Frear dentro da curva é perigoso, porque é mais fácil as rodas travarem e patinarem.

Reduza a velocidade quando seja necessário — nunca exceda o límite de velocidade marcada para as curvas.

Dirija a uma velocidade menor das indicadas, isto te permitirá acelerar ligeiramente nas curvas, assim te ajudará a manter o controle do veículo.

Cargas que exigem mais cuidados

Para os tanques de carga seca, líquidos e a granel requer especial cuidado devido a que têm um alto centro de gravidade e a carga pode mover-se. Muito cuidado ao dirigir por curvas muito acentuadas. 


Carne pendurada

Carne que se transporta pendurada suspendida em caminhão refrigerado, pode ser uma carga instável que joga para todos os lados, portanto com um alto centro de gravidade. Se requer redobrar o cuidado especial em curvas fechadas, como rampas de saída e de entrada, vá bem devagar.

Gado ou outros animais vivos

O gado pode mover-se dentro da carreta. Isto altera o centro da gravidade e aumenta a possibilidade de tombar o veículo.

Quando a carga não está completa na carreta, utilize divisórias falsas para manter os animais juntos, mas mesmo quando estão amontoados, se requer especial cuidado porque o gado se inclina nas curvas.

Caminhão de Concreto – Demonstração do impacto em veículos laterais.

 




Falei e disse!
Carlão,



vosso amigo correndo caminhos! 

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Para bons "drivers" que fazem da segurança uma ferramenta de trabalho, dever ser fácil...
      Nivaldo volte sempre!

      Excluir